Manifestações nada pacíficas trazem prejuízos, confusão e terror pelas ruas de Paris: caos e vandalismo disfarçados de “manifestações democráticas”. Crédito: Reuters

Neste sábado, (05), milhares de pessoas foram às ruas de Paris para denunciar a “violência policial” e os planos de política de segurança do presidente Emmanuel Macron que, segundo críticos, prejudicarim as “liberdades civis”. Os manifestantes são contrários ao artigo 24 da nova Lei de Segurança Global que estabelece um ano de prisão e € 45 mil de multa (ou perto de R$ 300 mil) para quem divulgar “a imagem do rosto ou de qualquer outro elemento de identificação de um policial ou de um agente em ação de serviço”.

O protesto de hoje nas ruas da capital da França foi marcado por confrontos entre policiais e manifestantes. Jovens encapuzados atearam fogo em carros e quebraram vitrines. As manifestações ocorrem pelo terceiro sábado consecutivo. Segundo a Rádio França Internacional, o ministro francês do Interior, Gérald Darmanin, um dos defensores do projeto, alega que os jornalistas poderão continuar transmitindo imagens de policiais em ação e que serão proibidos apenas os vídeos com cenas que incentivem a violência contra as forças de segurança do país.

Fonte: Artur Piva/Revista Oeste

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s