Crédito: CubaSi

O Ministério da Educação do governo comunista de Cuba assinou um acordo com a China para promover o ensino de sua língua no país, com o intuito de torná-la a “segunda língua oficial”, informou o site cubano Cuba Cute. O projeto terá início experimentalmente nas escolas de Ensino Médio de Havana, a partir do próximo ano letivo.

No dia 02 de janeiro, segundo o site, as primeiras aulas de chinês começarão a ser ministradas na Escola Primária Fructuoso Rodríguez, em Havana, onde 100 alunos, divididos em quatro turmas, receberão os ensinamentos de professores da China.

Mesmo que o sistema educacional cubano estabeleça o estudo da língua inglesa como obrigatório, as aulas de chinês seriam opcionais na primeira fase, mas a intenção do projeto é que seja estendido a outras escolas do resto da Ilha.

O programa tem duração prevista de 4 anos. Havana e Pequim assinaram um convênio educacional que inclui aulas de Chinês, bolsas de estudo e intercâmbio de informações sobre esses temas.

Fonte: Thaís Garcia/Conexão Política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s