Crime de ódio ao Cristianismo. Exatamente aquele que muitos “jornalistas” e “especialistas” fingiam que não existia. Crédito: Salvador Notícia

Na quarta-feira (28/10), uma capela, localizada na comunidade da Paróquia São Lázaro de Betânia, na Ilha de Maré, em Salvador, foi completamente destruída. Ainda não há informações sobre suspeitos.

O Padre Kelmon Luís Sousa, responsável pela capela, explicou que o local foi montado enquanto o edifício da paróquia não é concluído. No local eram feitas todas as atividades da igreja, a comunidade celebrava missas e outros eventos religiosos.

Conforme noticiou o “Brasil Sem Medo”, a violação de símbolos religiosos cristãos é recorrente no local. No ano passado, um cruzeiro das celebrações foi destruído próximo onde foi construída a capela.

“Hoje, eu tive a surpresa da destruição. Quebraram a cruz, jogaram fora, destruíram muitas coisas. Quebraram os bancos. Nós não sabemos quem fez isso. Vamos refazer, não vamos parar. Foi um ato de intolerância à religião. Todo desrespeito a um local de oração, é uma agressão a uma religião de alguém. Isso é um ódio, mas não vamos parar”, disse o padre.

Fonte: Brehnno Galgane/Terça Livre

Leia também:

Brasileira foi uma das vítimas fatais do atentado terrorista à basílica de Nice, na França

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s